Concurso senado 2020 – projeto básico

Publicado projeto básico para o concurso do Senado Federal

Estão sendo decididos os últimos detalhes do processo para a escolha da banca examinadora para o concurso do Senado Federal.

Na última quarta-feira, dia 29 de julho, o Senado divulgou um projeto básico sobre o certame com as informações referentes às etapas e ao conteúdo que irá ser cobrado, bem como a forma utilizada na contratação da banca e outras atividades relacionadas ao cronograma.

Sabe-se que o concurso terá provas tanto objetivas como discursivas para diversos cargos, sendo necessárias em algumas áreas as provas práticas e os exames de aptidão física. É o caso, por exemplo, dos cargos para Policial Legislativo.

Situação atual do certame.

Com a divulgação do projeto básico na quarta-feira, com informações das etapas do certame, foram finalizadas todas as análises de propostas referentes às empresas que organizam concursos públicos. As oito propostas recebidas por meio de chamamento público ocorreram no mês de maio, sendo que participaram: FUNRIO, FGV, INSTITUTO MAIS, IDECAN, IBFC, INSTITUTO AOCP, INSTITUTO ACESSO e CEBRASPE.A expectativa em relação ao anúncio de qual seria a empresa responsável já era grande, uma vez que havia sido prevista para o mês de junho. Porém, conforme o Senado, a comissão ainda está em análise entre as três que seguem na disputa. São elas: FGV, IDECAN e CEBRASPE.

Em entrevista à Rádio Senado em 19 de junho, Roberci Araújo, presidente da comissão organizadora do certame, ressaltou que a publicação do edital somente será fita após o restabelecimento da normalidade no Brasil após a pandemia do coronavírus. Assim, a banca responsável somente será escolhida após a análise de critérios econômicos, jurídicos e fiscais.

Orçamento para o concurso.

A nota oficial divulgada pelo Senado Federal em relação ao novo edital foi realizada em 27 de fevereiro. O mesmo já era esperado após a sanção da Lei Orçamentária Anual do ano de 2020 pelo Presidente Jair Bolsonaro, que aconteceu em 20 de janeiro.

No documento, já consta a realização do concurso. O provimento par ao mesmo é de R$ 16 milhões.

As vagas.

Apesar da assessoria de comunicação do Senado não prever a publicação oficial do edital, o certame do Senado Federal terá 40 vagas para contratação imediata, em carreiras que vão desde o nível médio até o superior. São eles: Advogado, Técnico Legislativo (Polícia Legislativa), Analista Legislativo (Administração), Assistente Social, Arquivologia, Contabilidade, Processo Legislativo, Enfermagem, Registro e Redação Parlamentar, Informática Legislativa, Engenharia Eletrônica e Telecomunicações e Engenharia do Trabalho.

Para quem acompanha os processos seletivos dos mais diversos órgãos, não é segredo que a remuneração de um concurso do Senado é uma das maiores do país. Sendo assim, os vencimentos básicos podem chegar a até R$ 35 mil.

As etapas previstas

Como já falado anteriormente, o certame contará com prova objetiva e prova discursiva. Sabe-se que a avaliação objetiva terá um total de 200 questões e será aplicada no Distrito Federal e em todas as demais capitais do país. As demais serão feitas somente em Brasília. Para o cargo de Analista Legislativo e Registro e Redação Parlamentar, será aplicada uma prova prática. A prova oral é destinada para o cargo de Advogado e a prova de títulos para todos.

Em caso da vaga de Técnico Legislativo é feito também um teste sobre a aptidão física e sanidade metal e física, bem como é aberta uma sindicância da vida pregressa do candidato, com investigação social do mesmo.

Por isso, é importante ficar ligado e não deixar essa oportunidade passar. A última publicação de um edital do Senado foi em 22 de dezembro de 2011, quando a Fundação Getúlio Vargas foi a responsável pelo certame. Na ocasião, foram ofertadas 260 oportunidades em cargos nas áreas de Analista Legislativo, Técnico Legislativo, Consultor Legislativo e Polícia Legislativa.

Leia o projeto aqui.

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *